Mostrando postagens com marcador Arte. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Arte. Mostrar todas as postagens

Mágica de David Copperfield: Um Show!

Compartilhe. . .

.
Essa é a mais famosa mágica (ou truque de ilusionismo, se preferirem) de David Copperfield, provavelmente, o mais conhecido mágico da atualidade.

No número, David, serra a si mesmo ao meio e isto é feito com uma enorme serra circular, sem nenhuma obstrução visual, para uma platéia de milhares de pessoas. Depois do corte as duas partes do corpo são separadas. Em um determinado momento do show, você pode ouvir um homem da platéia gritar "Mexa os pés", e Copperfield faz.

O truque foi inventado pelo próprio David Copperfield e tornou-se um marco na história da magia. Até hoje, não foi igualado ou superado por outro ilusionista.


Ler e Assistir... "Mágica de David Copperfield: Um Show!"

Compartilhe. . .

Vídeo do Cirque de Soleil no Youtube

Compartilhe. . .

.
Quatro anos após ter sido divulgado no Youtube, este vídeo do Cirque (circo) du Soleil já foi assistido mais de 4 milhões vezes. Não é sem razão. Ele reproduz a parte do espetáculo chamada "Alegria". A protagonista é a ginasta Elena Lev, que faz incríveis acrobacias com os aros por eles chamados de Hula Hoops, que aqui nós conhecemos como bambolês. Tudo é executado ao som de uma bela música e, além dos malabarismos, Elena dá um espetáculo de contorcionismo e dança. Ao final ela faz os movimentos tradicionais do bambolê que nós conhecemos, como um pequeno detalhe, usa muitos ao mesmo tempo em várias partes do corpo. Realmente bonito.


.
Ler e Assistir... "Vídeo do Cirque de Soleil no Youtube"

Compartilhe. . .

Teatro de Sombras e Louis Armstrong.

Compartilhe. . .

Muitos de nós brincamos, quando criança, de fazer imagens com as sombras. Os mais velhos, principalmente aqueles de quando a eletrificação não era disseminada como hoje, sabiam fazer inúmeras figuras com as sombras das fracas luzes dos candeeiros, lamparinas e velas. O vídeo é de um artista que resgata em parte esta habilidade quase perdida. Ao som de What a Wonderful World (Que Mundo Maravilhoso), cantada e imortalizada pelo inesquecível músico jazzista Louis Armstrong, o “artista das sombras”, usando um holofote, consegue produzir um espetáculo somente com suas mãos. Cria a sombra do próprio Louis interpretando a canção e, em seguida, uma grande diversidade de figuras, paisagens e animais, que faria inveja a qualquer um dos nossos avós.
Considero um dos vídeos mais bonitos e criativos que vi recentemente.


Ler e Assistir... "Teatro de Sombras e Louis Armstrong."

Compartilhe. . .

Blue Man Group: Os Homens Azuis

Compartilhe. . .

Antes de ser propaganda de celular.

À primeira vista é bastante esquisito, mas depois você se acostuma e vai se maravilhar. O Blue Man Group é um misto de conjuto musical (boa música!) e artistas performáticos com uma aparência alienígenas. Fundado nos Estados Unidos durante os anos 80, tinha como integrantes originais Chris Wink, Phil Stanton e Matt Goldman e com o passar do tempo se tornou um sucesso de crítica e público. Hoje existem filiais do grupo em várias cidades do mundo, entre elas, Amsterdam, Berlim, Nova Iorque, Chicago, Las Vegas, Londres, Orlando e Boston.

Por estes dias, se apresentaram no Brasil, se não me engano no Rio de Janeiro e talvez em outras cidades. É a turnê do show “How to Be a Megastar 2.0” ou “Como Ser uma Megaestrela 2.0”. (Seria o “2.0” uma referência à web 2.0?)

O nome do grupo não poderia ser mais apropriado. As apresentações tem como centro um grupo de atores (sempre três) inteiramente azuis. Eles também parecem calvos, pois usam tocas de natação e, é claro, elas são...azuis. Toda a pele visível e recoberta para que nada fique fora do tom. Normalmente, roupas pretas completam o visual.

Mas para que todo este azul? Bem, eu não sei. Mas sei que os resultados são realmente bons. Os shows são essencialmente musicais, mas acompanhado de muitos movimentos cênicos e jogos criativos de iluminação, que os tornam especialmente chamativos e surreais. O tipo de música é quase sempre o rock, com grande participação da percussão, inclusive com instrumentos pouco usuais ou criados pelo grupo.

A temática abordada pelo grupo vai dos assuntos mais comuns aos mais a atuais e, com freqüência satirizam de modo vigoroso e bem humorado aspectos da vida moderna. Veja um exemplo abaixo, com a participação do grupo em “Sing Along”. Se gostar, veja também estes aqui:








Ler e Assistir... "Blue Man Group: Os Homens Azuis"

Compartilhe. . .

Tourada Sem Sangue: Pulando sobre os Touros.

Compartilhe. . .

Um jeito diferente de fazer touradas, sem a crueldade característica. Há touros miura, há os “toureiros”, são feitos movimentos ousados que demonstram bravura assim como nas melhores “Plazas de Toros” do mundo. Enfim é a pura expressão da tauromaquia (a arte de lidar com touros), mas é diferente das touradas clássicas: aqui não se vê sangue e o animal cruelmente torturado e morto ao final do espetáculo. Os homens que se apresentam como toureiros são verdadeiros acrobatas e demonstram todas suas habilidades enfrentando a fera sem espadas, picadores, capas e cavalos.



As touradas, em função da barbárie e crueldade, têm sido alvo de ataques e críticas dos movimentos de defesa dos animais. Se todas fossem como esta, já teríamos uma grande evolução.
Ler e Assistir... "Tourada Sem Sangue: Pulando sobre os Touros."

Compartilhe. . .

O Surrealismo de Salvador Dali em um desenho de Walt Disney.

Compartilhe. . .

.
Mesmo que você seja é um apreciador de artes diversificadas, é difícil pensar que tenha imaginado a fusão do surrealismo das obras de Salvador Dali com os desenhos ou filmes de Walt Disney. Caso algum dia você tenha feito a si mesmo essa improvável indagação, agora não precisa mais ficar em dúvida.

O vídeo a seguir mostra a fusão. Os dois artistas são bastante famosos e possuem talentos muito distintos entre si, mas curiosamente as características mais marcantes das obras de cada um, Dali e Disney, ficam claramente evidenciadas na animação. A música e as cores são típicas da Fantasia de Disney, enquanto as formas, o “enredo” e as mutações lembram nitidamente o surrealismo típico de Dali.



Destino
Este desenho curta-metragem chama-se “Destino” e é inspirado na canção de mesmo nome composta por Armando Dominguez. Walt Disney era amigo de Salvador Dali e, na década de 1940, teriam combinado a produção do filme de animação. Por razões financeiras o projeto foi adiado por muitos anos, só sendo concretizado no início do novo milênio, quando os dois mentores já não estavam mais vivos para apreciar a junção de suas obras.
Ler e Assistir... "O Surrealismo de Salvador Dali em um desenho de Walt Disney."

Compartilhe. . .

Animação Stop Motion Combinada com Grafite: Muito Legal!

Compartilhe. . .

O que acontece se você juntar muita criatividade, Grafite de ótima qualidade e Animação do tipo Stop Motion? Resposta: um dos melhores em vídeo que vi nos últimos tempos, produto de verdadeiros artistas multimídia. Não é simplesmente um vídeo qualquer, é um filme curta metragem, uma obra de arte visual.

O trabalho foi batizado de COMBO, por ser uma realização colaborativa entre David Ellis e Blu foi feito para o Fame Festival 2009, na Itália. Partindo de uma edificação abandonada, eles limpam, organizam e começam a fazer pinturas e fotos, que combinadas formam o filme. A criatividade de ambos e desenfreada, assim como o desapego à própria arte, pois no decorrer da filmagem pintam novas imagens sobre algumas que já haviam sido feitas e chega a “doer” ver coisas tão belas sumirem para dar espaço a novas criações.
É relativamente longo para o padrão dos vídeos do Youtube, mas é gratificante. Assista!



Se gostou, você pode encontrar mais de Blu em http://www.blublu.org, de Davi em http://www.davidellis.org.
.
Ler e Assistir... "Animação Stop Motion Combinada com Grafite: Muito Legal!"

Compartilhe. . .

Marlene Dietrich canta "Lili Marlene"

Compartilhe. . .

Marlene Dietrich (1901 - 1992) foi uma das atrizes mais importantes da história do cinema. Também foi cantora de sucesso. Convidada por Hitler para protagonizar filmes pró-nazistas, recusou-se e se tornou cidadã americana, o que o "führer" tomou como um desrespeito para a pátria alemã, classificando Dietrich de traidora.

Esta é a história da canção Lili - Marlene
Cantada por Dietrich, esta é, sem dúvida, a canção mais popular da 2.ª Guerra Mundial. Era o hino não oficial de todos os soldados de Infantaria de ambos os lados do conflito. A poesia foi escrita em 1915 pelo soldado alemão Hans Leip (1893-1983), que lhe deu o título combinando o nome da sua namorada, Lili, com o apelido de uma jovem enfermeira com quem simpatizou. A poesia chamou a atenção de Norbert Schultze, que a musicou em 1938.

Após a ocupação alemã da Iugoslávia, o diretor de uma Rádio alemã sediada em Belgrado, o jovem tenente Karl-Heinz Reintgen começou a transmiti-la de novo, com grande agrado de Rommel. Tornou-se a canção oficial da estação, que a transmitia diariamente às 21:55, antes do fim da emissão. Lili Marlene era ouvida também pelos Aliados. Depressa se tornou a canção preferida dos soldados de ambos os lados.

Em 1944, apareceu uma versão inglesa, escrita por um certo J.J. Phillips, aborrecido por ouvir os ingleses cantarem em alemão. O Oitavo Exército Inglês adotou a canção.

Marlene Dietrich cantou “The Girl under the Lantern” em muitos espetáculos, na Rádio e “em três longos anos, na África do Norte, Sicília, Itália, no Alasca, Groelândia, Islândia e Inglaterra”, como ela gostava de dizer mais tarde. Diz-se que a canção foi traduzida em 48 línguas, incluindo o francês, o russo, o italiano e o hebreu.



A letra traduzida para o Português

Em frente ao quartel, diante do portão
Um poste com um velho lampião
Está ele ainda lá?
Queremos lá nos reencontrar
Queremos junto à sua luz ficar
Como outrora, Lili Marlene?

Nossas duas sombras pareciam uma só
E todos percebiam o amor que nós tínhamos
Toda a gente ficava a contemplar
Quando estávamos junto ao lampião
Outrora, Lili Marlene?

Gritou a sentinela para avisar
Tá na hora! um atraso, três dias vai te custar
Já vou, já vou companheiro!
E dissemos adeus, com que gosto eu iria
Com você, Lili Marlene?

O lampião reconhece teus passos
Teu belo caminhar
Ele ilumina tudo na noite
Mas há tempos se esqueceu de mim
E se algo me acontecer...,
Quem vai estar junto ao lampião,
Com você Lili Marlene?

Do alto céu; do fundo da terra,
Surge como em sonho teu rosto amado
Envolto na névoa da noite...
Será que voltarei para nosso lampião...
Como outrora, Lili Marlene?

Créditos:
Escrito a partir de um pps feito por maricarusocunha(arroba)terra.com.br / www.pranos.com.br
Ler e Assistir... "Marlene Dietrich canta "Lili Marlene""

Compartilhe. . .

Pink Floyd - Another Brick in the Wall

Compartilhe. . .

Somos só mais um tijolo na parede?

Para os saudosistas, como eu.

Sem dúvida, o álbum The Wall, uma ópera rock, é o melhor da história da banda inglesa de rock progressivo Pink Floyd. Teve todas as glórias possíveis para um trabalho tão elaborado. Foi reverenciado pela crítica e ainda é adorado pelos fãs (hoje, quase todos, de cabelos brancos). Justiça seja feita, “Dark Side of the Moon” e “Wish You Were Here” são também excelentes. O clipe é de Another Brick in the Wall, uma música que, à sua época, foi uma bela estocada no sistema educacional repressivo, cujos ranços persistem até hoje. Além disto, é conhecido como sendo um clássico do rock. Muitos dos músicos de rock atuais cresceram ouvindo e inspirando-se nos tijolos que o Pink Floyd derrubou.



Veja Mais Vídeos de Música
.
Ler e Assistir... "Pink Floyd - Another Brick in the Wall"

Compartilhe. . .

Humor Musical na França: O Homem Corneta

Compartilhe. . .

Quer saber com que os franceses se divertem?

Lembra um pouco a atuação dos palhaços em circos. De toda forma, é uma demonstração de habilidade e criatividade.

Ler e Assistir... "Humor Musical na França: O Homem Corneta"

Compartilhe. . .

Malabarismo com Martelos - Muito Bom!

Compartilhe. . .

O que o malabarista deste vídeo faz é muito, muito legal. É realmente insólito, isto é, incomum!


Ler e Assistir... "Malabarismo com Martelos - Muito Bom!"

Compartilhe. . .

O Violonista mais Assistido do Youtube: Andy Mckee

Compartilhe. . .

A figura exótica de Andy Mckee não inspira de imediato muita confiança naquilo que poderá sair de seu violão. Devo admitir que era pura ignorância minha, pois o cara é até verbete na Wikipédia em inglês e um músico internacionalmente reconhecido, apesar de não fazer o gênero que agrada à grande massa.

Dotado de um estilo de tocar e compor raramente visto, ele se tornou o violinista mais assistido em toda a história do Youtube. No exato momento em que estou escrevendo estas linhas 6.835.033 pessoas já viram o vídeo, que você poderá ver aí abaixo. Houve um momento em 2006 em que ele foi o clipe musical mais popular do Youtube. Agora, com as grandes gravadoras utilizando o site meio de divulgação dos trabalhos de seus artistas, Mckee parece estar um pouco esquecido pelo público.

A forma de tocar de Mckee é bem diferente dos violonistas mais convencionais. Ele se utiliza intensamente de dedilhados com ambas as mãos diretamente sobre o braço do violão, com uma habilidade que lembra mais os pianistas. Além disto, combina o toque nas cordas com percussão na caixa do instrumento.

A música tocada se chama Drifting, e o nome tanto poderia ser traduzido por “Correnteza” como por “À Deriva”. Ouvindo-a, dou preferência ao primeiro dos dois.


Ler e Assistir... "O Violonista mais Assistido do Youtube: Andy Mckee"

Compartilhe. . .

Blue Man Group – O som dos canos de pvc

Compartilhe. . .

.
Já viu alguém fazer um show de música com canos de pvc, desses usados nas tubulações de água e esgoto? Pois foi com isto que o Blue Man Group começou sua apresentação no “Berlin Music Awards”. Assista que é um espetáculo.


.
Ler e Assistir... "Blue Man Group – O som dos canos de pvc"

Compartilhe. . .

Cirque Du Soleil – Aniversário de 25 Anos

Compartilhe. . .

Do show do vigésimo quinto aniversário, esta exibição é bem representativa do bom gosto e qualidade que caracterizam Cirque Du Soleil. É um “Senhor” Show! Imagine como deve se sentir alguém capaz de fazer tão maravilhosas peripécias.

Ler e Assistir... "Cirque Du Soleil – Aniversário de 25 Anos"

Compartilhe. . .

O Mestre do Malabarismo.

Compartilhe. . .

.
Ao som da canção “Carry That Weight”, escrita por John Lennon e Paul McCartney e gravada em 1969 pelos Beatles no album Abbey Road, um malabarista se apresenta. Bom, parece ser normal ter um “sonzinho” para acompanhar, dá um certo glamour. A diferença aqui é que não é o som que acompanha o malabarista, mas sim o malabarista que segue a música. Demonstrando uma habilidade impar, o artista executa uma elaborada coreografia em perfeito sincronismo com o andamento da melodia. Procure observar como os movimentos acontecem exatamente ao mesmo tempo em que os sons marcantes, da percussão, do piano e do baixo. É uma performance digna de ser apreciada.


.
Ler e Assistir... "O Mestre do Malabarismo."

Compartilhe. . .

Blue Man Group – Contra o Aquecimento Global

Compartilhe. . .

Sua atenção por favor. Obrigado por escolher o planeta Terra como seu veículo espacial. Nós esperamos que você aprecie as muitas características maravilhosas deste planeta que se move rapidamente pelo cosmo. Por favor, note que, em caso de completa inanição decorrente do aquecimento global, o assento de sua poltrona pode ser usado como um dispositivo de flutuação. Por favor, localizem e observem também as portas de saída de emergência do planeta. Como vocês podem ver, não existe nenhuma! Você ouviu bem? Não existem saídas de emergência!

O vídeo é uma contribuição do Blue Man Group para a campanha “Pare o aquecimento Global” da www.stopglobalwarming.org . O texto acima é uma tradução do que é dito no vídeo e tem como publico alvo os americanos, tanto que nele se diz, como se estivéssemos ao telefone ou rádio amador: “Terra para América – Você pode me ouvir?”




Blue Man Group – Contra o Aquecimento Global .
Ler e Assistir... "Blue Man Group – Contra o Aquecimento Global"

Compartilhe. . .

Cirque Du Soleil - Diablos

Compartilhe. . .

Vídeo extraído da coleção de aniversário do Cirque Du Soleil, mostra um dos números do espetáculo Quindan (1999). Diablos é o nome do ato e significa o mesmo que io-iô, embora os instrumentos sejam um pouco diferentes dos io-iôs que estamos acostumados a ver por aqui. Nele quatro garotas chinesas portadoras de um talento extremado, apresentam malabarismos, contorcionismo, movimentos de ginástica e dança, tudo isto sem parar por um segundo de “rodar” os Diablos e nunca os derrubando ao solo. Com toda a movimentação e variedade exibida, é difícil perceber que o ato dura cerca de cinco minutos.



Cirque Du Soleil
Ler e Assistir... "Cirque Du Soleil - Diablos"

Compartilhe. . .

Animacao com Lego em Stop Motion

Compartilhe. . .

Se tuas crianças gostam de Lego como o meu filho, elas irão adorar este filminho. Ele foi realizado durante a montagem de um kit Millenium Falcon da Lego e consumiu 38 horas de dedicação de dois garotos. Pela técnica utilizada, o Stop Motion (que tem uma explicação depois do vídeo), a imagens paradas de fotografias ganham movimento. As peças do Lego vão aparecendo em cena como se estivessem andando por si próprias. Depois de fazerem inúmeras movimentações, o conjunto de inúmeras pecinhas coloridas assume o formato de uma nave espacial.



O Stop Motion é uma técnica de criação de filmes de animação em que o animador trabalha fazendo fotos objetos inanimados. Em geral, são usados modelos reais constituídos de materiais dos mais variados, é frequente a massa de modelar, esta massinha que as crianças usam na escola. Em trabalhos profissionais, para o cinema, por exemplo, tendo em vista a necessidade de durabilidade, os materiais são especiais, muito resistentes e de alta maleabilidade. Esta diferença de materiais decorre do fato de que para neste tipo de animação para fazer um segundo de filme é preciso 24 fotos, que comporão os 24 quadros por segundo (frames per set) necessários para provocar a ilusão de movimento, que, só a título de curiosidade, ocorre em razão de um fenômeno oftálmico chamado de Persistência Retiniana.

Para exemplificar um trabalho profissional de animação, podemos citar o engraçado e muito bem produzido “A Fuga das Galinhas”, provavelmente o mais famoso entre os recentes filmes de animação.
Ler e Assistir... "Animacao com Lego em Stop Motion"

Compartilhe. . .

Mãos Cantantes - Harder, Better, Faster, Stronger (Daft Punk)

Compartilhe. . .

Este aqui começa mal, mas no final você verá que valeu assistir. É pura música digital (pois digital vem de dedo), também poderia ser musica manual. Explico melhor. Alguém muitíssimo habilidoso com as mãos e dedos, que deve ter desenvolvido tal habilidade trabalhando com a linguagem dos sinais para surdos e mudos, resolveu interpretar a canção do Daft Punk - Harder, Better, Faster, Stronger. O detalhe é que ele escolheu um caminho absolutamente não convencional: ao invés de cantar, como todo mundo faz, ele “canta” com as mãos e dedos. A letra da música foi escrita, aos pedaços e em letras grandes, nas partes das mãos, de forma tal que, sincronizados com a canção, os movimentos feitos pelo intérprete compõem as frases que estão sendo cantadas. É muito inventivo!

Ler e Assistir... "Mãos Cantantes - Harder, Better, Faster, Stronger (Daft Punk)"

Compartilhe. . .

Mulheres na Arte

Compartilhe. . .

Este é o vídeo mais linkado do YouTube nos últimos trinta dias, isto é, é o vídeo que mais foi colocado por webmasters em seus sites, o que é um indicador de qualidade, pois representa popularidade. E, de fato, o autor fez por merecer. Sem dúvida é muito bonito.

Trata-se de uma composição usando algum software do tipo “Morph” que transforma uma fotografia em outra, a partir de duas fotos iniciais. Neste caso aqui as fotos são de retratos de mulheres produzidos pelos mestres da pintura nos últimos 500 anos.

Há quadros dos seguintes pintores:
Salvador Dali, Henri Matisse, Raphael, Titian, Botticelli , Boltraffio, Albrecht Durer, Lucas Cranach the Elder, Messina, Perugino, Hans Memling, El Greco, Hans Holbein, Rokotov, Peter Paul Rubens, Gobert, Caspar Netscher, Pierre Mignard, Jean-Marc Nattier, Vigee-Le Brun, Sir Joshua Reynolds, Winterhalter, Tyranov, Borovikovsky, Venetsianov, Gros, Kiprensky, Amalie, Corot, Edouard Manet, Flatour, Ingres, Wontner, Bouguereau, Comerre, Leighton, Blaas, Renoir, Millias, Duveneck, Cassatt, Weir, Zorn, Mucha, Paul Gaugan, Picabia, Gustav Klimt, Hawkins, Magritte, Malevich, Merrild, Modigliani, Pablo Picasso e Leonardo Da Vinci.

Ler e Assistir... "Mulheres na Arte"

Compartilhe. . .