Bagdá: a Brutalidade da Guerra

Compartilhe. . .

Dificilmente temos uma noção clara do que é a guerra, sem termos presenciado uma ao vivo. Coisa que, alias, eu dou graças a Deus por não ter ocorrido comigo. Mesmo com toda cobertura televisiva e jornalística a realidade no campo de batalha é extremamente mais cruel e brutal do sequer podemos imaginar. O vídeo que você verá aqui demonstra um pouco da dimensão da brutalidade, violência e premeditação destas no dia a dia do campo de batalha. Não se preocupe, não há sangue ou corpos visíveis. Você terá a visão do atirador. Ele está posicionado em uma colina, pronto para uma emboscada ou tocaia contra três carros (possivelmente blindados) que vêm em seu sentido a uma distância bastante longa para que não o vejam. Ele tem consigo uma arma antiblindados (uma bazuca, lançador de morteiro ou granadas). Observe que no centro da imagem há uma cruz. Ela é o dispositivo de mira da arma. O alvo é o carro mais escuro que vem entre os outros dois mais claros. Não será possível ver o projétil, somente a explosão. Depois de ver a magnitude do impacto, imagine o que aconteceu com quem estava no veículo alvo e mesmo com os que estavam nos outros carros. Não. Não adianta tentar. É muito pior do que podemos imaginar.

Compartilhe. . .

0 Palpites Grátis: